sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Feedback do Torneio de xadrez nos Jogos dos Servidores 2017

As vezes agente faz críticas construtivas e é mau interpretado. Por exemplo, quem viu as fotos dos jogos dos servidores públicos 2017 na modalidade xadrez, a primeira impressão é que foi as 1000 maravilhas...

A primeira coisa, quando se inscreve num Torneio de Xadrez, e esse torneio não tem nem data prevista, cai totalmente no descrédito, o número de inscrições que foi de 30, e compareceu somente 18, e ainda por cima não se atentam com as datas do exame do ENEM, sinceramente. 

O Torneio foi marcado para iniciar as 14:00. Cheguei ao local as 13:00 e estava tudo fechado. Foi abrir de fato por volta de 14:30. A organização na correria foi arrumando as mesas e cadeiras e arrumando tabuleiros. O banheiro ficava fora do local, no corredor do Shopping, ou seja, tinha que andar quase 1 km. A arbitragem não dava um intervalo de tempo entre uma rodada e outra para todos irem no banheiro ou tomar água.

Na segunda rodada avisei para a arbitragem que iria ao banheiro, pois quando cheguei meu tempo tava rodando, perdi quase 4 minutos do meu tempo. Se tivesse perdido aquela partida teria abandonado o torneio como forma de protesto. Pelo menos fui campeão do torneio para compensar o stresses.

O local do torneio era extremamente frio. O calor atrapalha, mas um lugar frio demais é pior ainda. Não pode ser 8 ou 80.

Nesses Torneios de Xadrez os organizadores tem que deixar a opção de cada jogador, ter a liberdade de jogar com suas próprias peças, tabuleiros e relógios e não engessar com o material da organização, mas oferecer material para aqueles jogadores que não possuem tabuleiro, peças e relógios.

Olha o que uma pessoa de fora do Tocantins, postou no grupo de WhatsApp:

"Toda crítica deve ser analisada e levada a sério, ainda mais por quem levou o torneio até o fim e ainda foi o campeão. Profissional ou amador, não importa, tem que haver regras e organização em qualquer evento que se realize. Fica a dica para os organizadores!"

O xadrez no Tocantins tem que funcionar na base da COLETIVIDADE, esse negócio de tudo no xadrez é UMA ÚNICA PESSOA DA FTX FAZ TUDO, não dar certo.
Elias Vidal 
Campeão dos Jogos dos Servidores Públicos 2017

Nenhum comentário:

Postar um comentário